sexta-feira, 30 de abril de 2010

Pela luz dos olhos teus

Postado por Beli às 09:45 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Pela luz dos olhos teus

Quando a luz dos olhos meus
E a luz dos olhos teus
Resolvem se encontrar
Ai que bom que isso é meu Deus
Que frio que me dá o encontro desse olhar
Mas se a luz dos olhos teus
Resiste aos olhos meus só p'ra me provocar
Meu amor, juro por Deus me sinto incendiar
Meu amor, juro por Deus
Que a luz dos olhos meus já não pode esperar
Quero a luz dos olhos meus
Na luz dos olhos teus sem mais lará-lará
Pela luz dos olhos teus
Eu acho meu amor que só se pode achar
Que a luz dos olhos meus precisa se casar.


Vinícius de Moraes

Soneto do amigo

Postado por Beli às 09:42 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Poemas


Soneto do amigo

Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.


É bom sentá-lo novamente ao lado
Com olhos que contêm o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual a mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com o meu próprio engano.


O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...


Vinicius de Moraes

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Coisas que não valem a pena...

Postado por Beli às 23:27 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Tem coisa que definitivamente não valem a pena... Tem coisas que nos tiram do série... Essa noite vivi uma situação assim...
A gente se esforça por ser educada, honesta, tenta respeitar as pessoas... tolerar algumas situações... contudo, todo o esforço resulta em nada... a verdade é que me sinto constantemente humilhada, sem força para lidar com tudo isso...
Por um lado é legal, é interessante a experiência... mas, no fundo, para mim não adianta tanta exposição, não nesse momento...
E, no final, trabalho é trabalho...

Começo de semana...

Postado por Beli às 08:30 0 Engraçadinhos Links para esta postagem

Segunda-feira...
A semana está apenas começando...
Vamos ver o que vem por aí...

domingo, 25 de abril de 2010

Leis de Murphy...

Postado por Beli às 18:37 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Como estou vivendo um momento "Murphy" em minha vida, postei aqui algumas de suas leis...

Leis de Murphy


Quando um sapato serve direitinho no seu pé... É feio?
A outra fila sempre anda mais rápido.
Se você chega cedo, o espetáculo será cancelado.
Se você se mata para chegar na hora, terá que esperar.
Se você chega atrasado, começou a horas.
O melhor lance da partida acontece quando você está olhando pro placar ou comprando uma cerveja.
Se o caso é ganhar ou perder, você perde.
Se várias coisas que deviam ter dado errado deram certo, é porque deu tudo errado.
Tudo que começa bem, acaba mal.
Tudo que começa mal, acaba pior.
Tudo leva mais tempo do que se pensa.
Se você perceber que há quatro maneiras de uma coisa dar errada, e driblar as quatro, uma quinta maneira surgira do nada.
Deixadas a sua sorte, a tendência das coisas e ir de mal a pior.
Toda vez que você decide fazer algo, tem sempre outra coisa para ser feita antes.
Toda solução cria novos problemas.
A natureza esta sempre a favor da falha.
Se o conserto ficou perfeito, e porque você usou a ferramenta errada.
Quando um erro é descoberto e corrigido, depois se descobre que não estava errado.
Quando tudo vai indo bem, algo vai dar errado.
Se você esta se sentindo bem, não se preocupe, isso passa.
Sorria...amanha será pior.
Todo arame cortado no tamanho indicado será curto demais.
Se uma manutenção exige "n" pecas, haverá sempre "n-1" pecas em estoque.
Depois que o último dos parafusos foi retirado da tampa de acesso de um equipamento, verifica-se que foi removida a tampa errada.
Depois que o último dos parafusos da tampa de um equipamento foi apertado, verifica-se que alguma peça ficou para fora.
Nada e tão fácil quanto parece
Mudar de fila faz com que imediatamente a fila de onde você saiu comece a andar mais depressa do que a sua.
Voltar à fila antiga desorganiza as duas filas e deixa todo mundo pê da vida.
Nunca desenhe o que você pode copiar.
Nunca copie o que você pode decalcar.
Nunca decalque o que você pode recortar e colar.
Nunca recorte e cole o que você pode xerocar.
A distância até a porta de embarque é inversamente proporcional ao tempo que resta para pegar o vôo.
Não há melhor momento do que hoje pra adiar pra amanhã o que você não vai fazer nunca.
Todo cargo tende a ser ocupado por um funcionário não qualificado para desempenhar suas funções.
Tudo funciona melhor ligado na tomada.
Quando tudo mais falhar, leia o manual de instruções.
A ferramenta ou peça quando cai dentro da máquina, vai sempre para o canto mais inacessível.
Quando você guarda uma ferramenta da qual não vai mais precisar, você precisa dela logo logo.
Todo corpo mergulhado numa banheira faz tocar o telefone. A vizinha gostosa só toca sua campainha quando sua mulher está em casa.
Toda partícula que voa sempre encontra um olho.
Uma notícia ruim nunca é suficientemente ruim que não possa haver pior.
Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
Conclusão é o ponto onde você ficou cansado de pensar.
Se esta escrito "Tamanho único", é porque não serve em ninguém.
Se algo é confidencial, será esquecido na maquina de xerox.
Dois erros são somente o começo.
É impossível fazer algo a prova de tolos, porque os tolos são ingênuos.
Se há possibilidade de varias coisas saírem erradas, aquela que provoca o maior estrago é a que acontecerá primeiro.
Uma gravata limpa atrai sempre a sopa do dia.
Se alguma coisa pode dar errada, acontecerá.
Se alguma coisa parece que está indo bem, obviamente você se esqueceu de algo.
O tempo que demora executar uma tarefa é 3 vezes superior ao tempo inicialmente previsto.
Se ao calcular a duração da tarefa multiplicarmos por 3 o tempo previsto de modo a obter o resultado correto, nesse caso a tarefa demorara 9 vezes esse tempo.
A chance do pão cair com o lado da manteiga para baixo e diretamente proporcional ao valor do tapete.
X é quantidade que - quando multiplicada por, dividida por, somada ou subtraída da resposta que você obtém, dá a resposta que você deveria ter obtido.
Todo programa de computador contem em si uma parte de código que ninguém sabe explicar o que faz.
Qualquer programa cresce em complexidade até ultrapassar a capacidade do programador.
Qualquer programa quando esta pronto para funcionar esta obsoleto.
Nunca há horas suficientes em um dia, mas sempre há muitos dias antes do sábado.

Mandado para o meu e-mail pela minha amiga Bibi... Bjus Flor.

sábado, 24 de abril de 2010

Estrelas e Amizades

Postado por Beli às 20:00 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Achei essa mensagem na internet... é linda!
Uma homenagem carinhosa para alguns amigos...

glitters

(Autor desconhecido)

O tempo passa rápido...

Postado por Beli às 00:54 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Hoje foi um dia bem tranquilo... Sexta-feira, noite, acabei de chegar do trabalho, e estou realmente cansada...
Contudo, o que mais me assusta é que a semana passou muito rápido...
E, justamente na segunda-feira, eu estava reclamando que o dia estava lento, que o tempo não passava, e eu estava na perspectiva de que iria ser uma longa semana... Mas não, passou voando...
É que no começo dessa semana eu realmente não estava bem...
E é incrível a forma como a gente pode sentir o tempo de varias perspectivas, dependendo da maneira nós estamos no momento...
Cada um sente o tempo passar de modos diferentes...
Aliás, cada sociedade concebe o tempo de maneiras diferentes, segundo sua cultura, crença... o medido de forma diversa tb.
Isso para a História é realmente importante.
Mas deixando isso de lado, o tempo passou tão rápido que nem senti...
E pior, eu sinto que a vida está passando, e que estou deixando de viver muitas coisas sem perceber...

Beli =)

Que festa combina mais com você?!

Postado por Beli às 00:31 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Esse teste visual também é bem legal...

Com que festa você combina mais???
Cofira!!!

Aqui: Que festa combina mais com você?!


Eu fiz o teste, e a festa que mais combina comigo é a ...

Formatura

Você é guerreira e trabalho duro não te assusta. É capaz de mover montanhas para alcançar seus objetivos, e o caminho se torna um aprendizado importante. Mas o reconhecimento dos seus feitos também é fundamental, já que fez tanto esforço para chegar lá. Aproveite para dividir esse conhecimento e força de vontade com as pessoas que estão ao seu redor.

Fonte: Movimento rosa

Que boneca você é???

Postado por Beli às 00:25 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Esse teste eu achei pela internet, e achei muito bonitinho...

Faça esse teste visual, e descubra que boneca você é...
É muito legal... cofira!!!


Aqui: Descubra que boneca você é!

Eu fiz o teste, e o resultado deu que eu sou a...




Fofolete

Meiga e delicada, você sabe como ninguém dar e receber carinho. Sua sensibilidade, às vezes, pode ser confundida com fragilidade. No entanto, quem se aproxima de você percebe e entende que sua força está justamente na sua delicadeza.





sexta-feira, 23 de abril de 2010

Tiras da Mafalda... rsrsrs

Postado por Beli às 01:52 1 Engraçadinhos Links para esta postagem
Por que a gente está no Mundo????


Cada um deve saber da sua resposta, né...

Só para distrair...

Postado por Beli às 01:37 0 Engraçadinhos Links para esta postagem


















Fonte: Tiras do edi

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Meio Mau-humor...

Postado por Beli às 07:51 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Hoje... acordei de mau-humor, ou seja, qualquer coisinha que alguém faz perto de mim fico irritada. E o pior é que nem sei o por que dessa irritação... TPM definitivamente não é... Não suporto, por exemplo, que alguém fique me observando de manhã, quando estou arrumando o meu quarto ou tomando o café... Sinto-me sufocada por algo, exposta... definitivamente não gosto....
Tem manhã que eu apenas quero acordar, tomar o café da manhã, sem ninguém me chamando pelo nome, ou reparando na maneira como faço as coisas sem meu consentimento real...
Tem manhã que realmente quero ficar sozinha...
Espera, talvez... humm... eu saiba sim o por causa de que estou tão irritada... mas mesmo assim...
Mau-humaor... hoje definitivamente não estou para nada...
Mas... daqui à pouco tenho médico... que ótimo!!! O dia continua...

terça-feira, 20 de abril de 2010

Resenha - Desafio Literário 2010 - Abril

Postado por Beli às 16:32 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Tema: Escritores Latino-americanos

Mês: Abril - 2010


Neste mês, eu li:


Título: Clarissa
Autor do livro: Erico Veríssimo
Editora: Companhias das Letras
Nº de páginas: 214, aproximadamente.


O livro:


O livro é um romance que conta a história de Clarissa, uma adolescente que saiu da casa dos pais, que moram no interior rural do Rio Grande do Sul, para estudar na cidade e morar na pensão da Tia Eufrasina, com seus intrigantes e interessantes moradores. A tia cuida e zela a menina como se fosse sua própria filha. A história é narrada através do olhar, da perspectiva e visão de mundo da esperta, confiante e otimista adolescente de 13 anos, revelando seus sentimentos, interesses e ansiedade de se tornar uma mocinha. O romance narra as descobertas que animam a vida de Clarissa na cidade, despertando nela uma experiência nova de mundo, misturando pureza, inocência e singeleza.
Outro personagem que também chama atenção na história é o Amaro, um dos moradores da pensão. É um homem de quase 40 anos, que gosta da arte e da música, porém tristonho e solitário. É o grande “contraponto” de Clarissa. Em vários momentos é mostrado seu ponto de vista mais triste a respeito da vida e seu encantamento pela juventude, pureza e alegria de Clarissa.
Clarissa está recheado de personagens interessantes e animados, formando o núcleo de moradores da pensão. A atmosfera do romance se passa nos anos da década de 30 e retrata, em meio aos diálogos desenvolvidos no livro, parte da situação política e econômica da época. O livro foi publicado por Erico Veríssimo em 1933, e constitui o primeiro romance desse conhecido autor gaúcho. Para não expor muito sobre a história, tentei ser o mais breve possível. Só lendo para saber o que significa essa obra maravilhosa...

Por que o escolhi:


Eu escolhi este livro para a minha primeira leitura para o Desafio, pois há muito tempo ele estava na minha estante e nunca o pegava para ler. Eu comprei o livro de um sebo, uma porque já havia ouvido falar do autor, estudado alguns dos seus textos e, outra, porque eu realmente tinha interesse de ler um de seus livros. Permaneceu guardado até esses dias, até que eu percebi pelo Desafio uma ótima oportunidade para desalojá-lo da onde estava e o tirar para ler. E o que me fez sentir atraída pelo livro, em lê-lo, até quando o comprei, foi o título do livro: Clarissa. Este é um nome feminino que eu simplesmente adoro.

A leitura:


A obra oferece uma leitura realmente agradável, singela e linear, em um ritmo bem tranquilo, mas não parado. Tem cor e tem humor. Conforme você vai lendo e se envolvendo no mundo de Clarissa, você sente o que ela sente, desvendando o mundo com ela. A forma como a Clarissa enxerga o mundo e o descobre, no contexto próprio de uma adolescente dos anos 30, realmente te envolve e te ensina a ver o mundo com mais otimismo, um pouco mais “colorido”.

Nota de 1 a 5: Para mim, é 5 ( Excelente). Altamente recomendável. Não mudaria nada na história.

Uma dose de Clarissa:

“Clarissa senta-se no chão e cruza as pernas. As galinhas agora se encontram espalhadas por todo o quintal. Dois franguinhos brancos se dão bicadas. Beijos? Clarissa observa-os, interessada. Será que estão brigando ou estão se acariciando? Mas pensando bem, o beijo é uma coisa muito esquisita.
Lábios que se encostam noutros lábios. Para quê tanto mistério? No cinema todos os namorados se beijam, ninguém repara, ninguém fala. Aqui fora, se a gente fosse beijar um rapaz - meu Deus! -, vinha o mundo abaixo, toda a gente falava, toda a gente criticava. Dizem que a Vivi é muito desfrutável, que beija todos os namorados que tem... A Dudu também. Decerto isto é de família: são irmãs. Mas que bobagem! Uma pessoa fica - mal vista, fica falada, fica sendo considerada desfrutável e sapeca só porque deixou o namorado encostar os lábios nos lábios dela. Ora, já se viu? Enfim, ela – Clarissa - é uma boba que não sabe nada da vida. Decerto deve haver um segredo muito grande nessa história do beijo. Um segredo que pouca gente sabe. Deve ser alguma coisa boa. Se não fosse boa, os namorados não faziam tanta questão do beijo. Sim, isto é o beijo de namorados. Porque o beijo que a gente dá na mãe, no pai, na tia, numa amiga - é diferente. Pelo menos deve ser. Se não for, então tudo é bobagem. Se o beijo dos namorados tem o mesmo gosto... não vale a pena. Enfim... É um segredo, um mistério, não sei...”

Beli =)

 

Exigências da Vida Moderna

Postado por Beli às 16:15 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
EXIGÊNCIAS DA VIDA MODERNA


Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.

E uma banana pelo potássio.

E também uma laranja pela vitamina C. Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.

Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água. E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.

Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão). Cada dia uma Aspirina, previne infarto. Uma taça de vinho tinto também. Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso. Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem. O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.

Todos os dias deve-se comer fibra. Muita, muitíssima fibra. Fibra suficiente para fazer um pulôver.

Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente. E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada. Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia...

E não esqueça de escovar os dentes depois de comer. Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax. Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.

Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma.

Sobram três, desde que você não pegue trânsito. As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia. Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).

E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.

Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.

Ah! E o sexo! Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina. Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução. Isso leva tempo - e nem estou falando de sexo tântrico.

Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação. Na minha conta são 29 horas por dia.

A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo! Por exemplo, tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos junto com os seus pais. Beba o vinho, coma a maçã e a banana junto com a sua mulher... na sua cama.

Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e se sobrarem 5 minutos, uma colherada de leite de magnésio.

Agora tenho que ir.

É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.

E já que vou, levo um jornal... Tchau!

Viva a vida com bom humor!!!

Luís Fernando Veríssimo

Hoje... Zona perturbada

Postado por Beli às 01:43 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Hoje foi dia até tranquilo... Meu Deus!!! Quando é que vou ver um pouco de tranquilidade na minha vida?!
Para deixar as coisas mais claras, não as deixando, na verdade... Eu estou vivendo um momento de muito desconforto com algumas situações... Minha zona segura e confortável perturbada, invadida violentamente...
Eu sempre fui o tipo de pessoa que gosta de "auto-desafiar-se", de provar meus limites, superar meus medos internos, para crescer como ser humano também... De não ficar tão confortável, comoda com as situações...
Mas o que enfrento atualmente vai muito mais além do que eu posso lidar... se tivesse sido uma mudança gradual, eu teria ido bem... mas veio derrepende, no escuro...
Enfim, não estou tão segura com essa nova situação... confusa, perdida...
Todo mundo fala que eu vou me acostumar... mas eu realmente não quero me acostumar com esse fato na minha vida... não desse jeito...

Beli =/


segunda-feira, 19 de abril de 2010

Lua Nova

Postado por Beli às 14:38 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Poema
--------------------------------------------------------------------------------
Lua Nova

Mãe dos frutos, Jaci, no alto espaço
Ei-la assoma serena e indecisa:
Sopro é dela esta lânguida brisa
Que sussurra na terra e no mar.
Não se mira nas águas do rio,
Nem as ervas do campo branqueia;
Vaga e incerta ela vem, como a idéia
Que inda apenas começa a espontar.

E iam todos; guerreiros, donzelas,
Velhos, moços, as redes deixavam;
Rudes gritos na aldeia soavam,
Vivos olhos fugiam p’ra o céu:
Iam vê-la, Jaci, mãe dos frutos,
Que, entre um grupo de brancas estrelas,
Mal cintila: nem pôde vencê-las,
Que inda o rosto lhe cobre amplo véu.


***


E um guerreiro: “Jaci, doce amada,
Retempera-me as forças; não veja
Olho adverso, na dura peleja,
Este braço já frouxo cair.
Vibre a seta, que ao longe derruba
Tajaçu, que roncando caminha;
Nem lhe escape serpente daninha,
Nem lhe fuja pesado tapir.”


***


E uma virgem: “Jaci, doce amada,
Dobra os galhos, carrega esses ramos
Do arvoredo co’as frutas* que damos
Aos valentes guerreiros, que eu vou
A buscá-los na mata sombria,
Por trazê-los ao moço prudente,
Que venceu tanta guerra valente,
E estes olhos consigo levou.”


***

E um ancião, que a saudara já muitos,
Muitos dias: “Jaci, doce amada,
Dá que seja mais longa a jornada,
Dá que eu possa saudar-te o nascer,
Quando o filho do filho, que hei visto
Triunfar de inimigo execrando,
Possa as pontas de um arco dobrando
Contra os arcos contrários vencer.”


***


E eles riam os fortes guerreiros,
E as donzelas e esposas cantavam,
E eram risos que d’alma brotavam,
E eram cantos de paz e de amor.
Rude peito criado nas brenhas,
— Rude embora — terreno é propício;
Que onde o gérmen lançou benefício
Brota, enfolha, verdeja, abre em flor.


Machado de Assis, in 'Americanas'

Angústia - Spleen

Postado por Beli às 14:21 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Poema
--------------------------------------------------------------------------------
Spleen

Quando o cinzento céu, como pesada tampa,
Carrega sobre nós, e nossa alma atormenta,
E a sua fria cor sobre a terra se estampa,
O dia transformado em noite pardacenta;

Quando se muda a terra em húmida enxovia
D'onde a Esperança, qual morcego espavorido,
Foge, roçando ao muro a sua asa sombria,
Com a cabeça a dar no tecto apodrecido;

Quando a chuva, caindo a cântaros, parece
D'uma prisão enorme os sinistros varões,
E em nossa mente em frebre a aranha fia e tece,
Com paciente labor, fantásticas visões,


- Ouve-se o bimbalhar dos sinos retumbantes,
Lançando para os céus um brado furibundo,
Como os doridos ais de espíritos errantes
Que a chorrar e a carpir se arrastam pelo mundo;

Soturnos funerais deslizam tristemente
Em minh'alma sombria. A sucumbida Esp'rança,
Lamenta-se, chorando; e a Angústia, cruelmente,
Seu negro pavilhão sobre os meus ombros lança!

Charles Baudelaire, in "As Flores do Mal"

Tradução de Delfim Guimarães
Retirado do Citador


domingo, 18 de abril de 2010

Viagem...

Postado por Beli às 20:48 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
"Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver." Amyr Klink

Força de Vontade... Domingo

Postado por Beli às 20:36 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Hoje fiz dois concursos... Até que foi tranquilo... Mas agora estou tão cansada....
Tinha muita pessoas, deu para encontrar bastente gente interessante...
Uma delas foi uma senhora de 61 anos!!! Ela estava prestando concurso para auxiliar geral... Mas essa senhora se revelou uma tremenda força de vontade... O que me contagiu também...
Ela acabou de se formar no supletivo recentemente, onde aprendeu a escrever também... Ela é toda animada!!! Realmente contagiante!!! Espero que ela tenha muito sucesso nesse concurso... Ela é uma pessoa que aparenta ter lutado muito na vida... Criou 5 filhos, e perdeu o marido ainda jovem.
Depois de trocar poucas palavras com ela, ela foi para sua sala e eu fui para minha para fazer a prova... Não consegui ver mais ela... Mas foi o que mais me marcou no dia de hoje.
E o concurso... bom espero que ela consiga... e eu tb!!!

Beli

sábado, 17 de abril de 2010

Saber o que fala...

Postado por Beli às 17:02 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Existe aquele ditado que diz que “quem fala o que quer, ouve o que não quer”, ou quase isso. E isso não é tão difícil de entender. Eu mesma já falei muito o que queria em horas inapropriadas e, em troca, ouvi coisas que não queria ouvir. Às vezes, devemos ficar em silêncio, usar a sensatez, por o desconfiômetro para funcionar...


Não podemos negar o poder da palavra, pois algo que pronunciamos tem o poder tanto de elevar uma alma, de curar, como de ofender, de ferir mortalmente uma pessoa.


Talvez, devêssemos pensar mais nas palavras que falamos, como falamos e para quem falamos. Pois, quantas vezes já não ouvimos coisas que nos machucou? Eu já fui ferida por muitas palavras, contudo eu já machuquei muitas pessoas com minhas palavras, às vezes, realmente querendo ferir...


E tem coisas que devem ser ditas, verdades que não devem ser escondidas, mesmo que magoe alguém que gostamos, pois tem coisas que são necessárias serem ouvidas, mesmo que nos doa... Nem sempre estamos em zonas de confortos, inatingíveis.


Existe esse tipo de pessoa que fala o que querer, quando querer, contudo, quando é para ouvir alguém, escutar o que é necessário, não se põe a escutar, a ouvir bons conselhos ou boas verdades. Não sabe permanecer em silêncio... Isso é uma espécie de egoísmo.


Saber falar é um dom e um exercício e saber ouvir também é um dom e um exercício. Só que temos que prestar mais atenção no que estamos falando, com que estamos falando, que tom estamos usando e que palavras estamos usando. E saber se calar e ouvir é uma dádiva que nos ajuda a crescer, a prestar mais atenção no outro.

De qualquer forma, se não saber o que fazer, use a sensatez para proceder. E cuidado com as palavras...

Beli


sexta-feira, 16 de abril de 2010

Leitura...

Postado por Beli às 13:43 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Leitura


Quando por fim as árvores
se tornam luminosas; e ardem
por dentro pressentindo;
folha a folha; as chamas
ávidas de frio:
nimbos e cúmulos coroam
a tarde, o horizonte,
com a sua auréola incandescente
de gás sobre os rebanhos.


Assim se movem
as nuvens comovidas
no anoitecer
dos grandes textos clássicos.


Perdem mais densidade;
ascendem na pálida aleluia
de que fulgor ainda?
e são agora
cumes de colinas rarefeitas
policopiando à pressa
a demora das outras
feita de peso e sombra.

Carlos de Oliveira, in 'Pastoral'

Alegria...

Postado por Beli às 13:18 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Hino à Alegria

Tenho-a visto passar, cantando, à minha porta,
E às vezes, bruscamente, invadir o meu lar,
Sentar-se à minha mesa, e a sorrir, meia morta,
Deitar-se no meu leito e o meu sono embalar.


Tumultuosa, nos seus caprichos desenvoltos,
Quase meiga, apesar do seu riso constante,
De olhos a arder, lábios em flor, cabelos soltos,
A um tempo é cortesã, deusa ingénua ou bacante...


Quando ela passa, a luz dos seus olhos deslumbra;
Tem como o Sol de Inverno um brilho encantador;
Mas o brilho é fugaz, — cintila na penumbra,
Sem que dele irradie um facho criador.


Quando menos se espera, irrompe de improviso;
Mas foge-nos também com uma presteza igual;
E dela apenas fica um pálido sorriso
Traduzindo o desdém duma ilusão banal.


Onda mansa que só à superfície corre,
Toda a alegria é vã; só a Dor é fecunda!
A Dor é a Inspiração, louro que nunca morre,
Se em nós crava a raiz exaustiva e profunda!


No entanto, eu te saúdo e louvo, hora dourada,
Em que a Alegria vem extinguir, de surpresa,
Como chuva a cair numa planta abrasada,
A fornalha em que a Dor se transmuta em Beleza!


Pensar, é certo, eleva o espírito mais alto;
Sofrer torna melhor o coração; depura
Como um crisol: a chispa irrompe do basalto,
Sai o oiro em fusão da escória mais impura.


A Alegria é falaz; só quem sofre não erra,
Se a Dor o eleva a Deus, na palavra que O louve;
A Alma, na oração, desprende-se da terra;
Jamais o homem é vão diante de Deus que o ouve!

E contudo, — ilusão!—basta que ela sorria,
Basta vê-la de longe, um momento, a acenar,
Vamos logo em tropel, no capricho do dia,
Como ébrios, evoé! atrás dela a cantar!


Mas se ela, de repente, ao nosso olhar se furta,
Todo o seu brilho é pó que anda no sol disperso;
A Alegria perfeita é uma aurora tão curta,
Que mal chega a doirar as cortinas do berço.


Às vezes, essa luz, de tão frágil encanto,
Vem ainda banhar certas horas da Vida,
Como um íris de paz numa névoa de pranto,
Crepitação, fulgor duma estrela perdida.


Então, no resplendor dessa aurora bendita,
Toma corpo a ilusão, e sem ânsias, sem penas,
O espírito remoça, o coração palpita
Seja a nossa alma embora uma saudade apenas!


Mas efémera ou vã, a Alegria... que importa?
Deusa ingénua ou bacante, o seu riso clemente,
Quando, mesmo de longe, ecoa à nossa porta,
Deixa em louco alvoroço o coração da gente!

Momentânea ou falaz, é sempre um dom divino,
Sol que um instante vem a nossa alma aquecer...
Pudesse eu celebrar teu louvor no meu Hino!
Momentâneo, falaz encanto de viver!

O teu sorriso enxuga o pranto que choramos,
E eu não sei traduzir a ventura que exprimes!
Nesta sentimental língua que nós falamos,
Só a Dor e a Paixão têm acordes sublimes!

António Feijó, in 'Sol de Inverno'



 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Retirado do Citador
http://www.citador.pt
 

Identidade...

Postado por Beli às 13:07 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Poema


Nem Sempre Sou Igual no que Digo e Escrevo

Nem sempre sou igual no que digo e escrevo.
Mudo, mas não mudo muito.
A cor das flores não é a mesma ao sol
De que quando uma nuvem passa
Ou quando entra a noite
E as flores são cor da sombra.
Mas quem olha bem vê que são as mesmas flores.
Por isso quando pareço não concordar comigo,
Reparem bem para mim:
Se estava virado para a direita,
Voltei-me agora para a esquerda,
Mas sou sempre eu, assente sobre os mesmos pés
O mesmo sempre, graças ao céu e à terra

E aos meus olhos e ouvidos atentos
E à minha clara simplicidade de alma ...

Alberto Caeiro, in "O Guardador de Rebanhos - Poema XXIX"
Heterónimo de Fernando Pessoa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Deixa disso... Ok! Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea