domingo, 29 de agosto de 2010

Não te Fies do Tempo nem da Eternidade - Cecília Meireles

Postado por Beli às 12:02 2 Engraçadinhos Links para esta postagem
Não te Fies do Tempo nem da Eternidade

Não te fies do tempo nem da eternidade
que as nuvens me puxam pelos vestidos,
que os ventos me arrastam contra o meu desejo.
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã morro e não te vejo!

Não demores tão longe, em lugar tão secreto,
nácar de silêncio que o mar comprime,
ó lábio, limite do instante absoluto!
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã morro e não te escuto!

Aparece-me agora, que ainda reconheço
a anêmona aberta na tua face
e em redor dos muros o vento inimigo...
Apressa-te, amor, que amanhã eu morro,
que amanhã morro e não te digo...

Cecília Meireles, in 'Retrato Natural'

"Apenas amamos..." - Marcel Proust

Postado por Beli às 11:52 0 Engraçadinhos Links para esta postagem

"Apenas amamos aquilo que não possuímos por completo"

Fonte: "A Prisioneira"
Autor: Marcel Proust

sábado, 28 de agosto de 2010

Musa dos Olhos Verdes - Machado de Assis

Postado por Beli às 00:46 1 Engraçadinhos Links para esta postagem
Musa dos Olhos Verdes

Musa dos olhos verdes, musa alada,
Ó divina esperança,
Consolo do ancião no extremo alento,
E sonho da criança;

Tu que junto do berço o infante cinges
C’os fúlgidos cabelos;
Tu que transformas em dourados sonhos
Sombrios pesadelos;

Tu que fazes pulsar o seio às virgens;
Tu que às mães carinhosas
Enches o brando, tépido regaço
Com delicadas rosas;

Casta filha do céu, virgem formosa
Do eterno devaneio,
Sê minha amante, os beijos meus recebe,
Acolhe-me em teu seio!

Já cansada de encher lânguidas flores
Com as lágrimas frias,
A noite vê surgir do oriente a aurora
Dourando as serranias.

Asas batendo à luz que as trevas rompe,
Piam noturnas aves,
E a floresta interrompe alegremente
Os seus silêncios graves.

Dentro de mim, a noite escura e fria
Melancólica chora;
Rompe estas sombras que o meu ser povoam;
Musa, sê tu a aurora!

Machado de Assis, in 'Falenas'

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Assovio - Cecília Meireles

Postado por Beli às 19:23 4 Engraçadinhos Links para esta postagem
Assovio

Ninguém abra a sua porta
para ver que aconteceu:
saímos de braço dado,
a noite escura mais eu.

Ela não sabe o meu rumo,
eu não lhe pergunto o seu:
não posso perder mais nada,
se o que houve já se perdeu.

Vou pelo braço da noite,
levando tudo que é meu:
— a dor que os homens me deram,
e a canção que Deus me deu.

Cecília Meireles, in 'Viagem'

Noite de Sonhos Voada - Manuel da Fonseca

Postado por Beli às 18:57 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Noite de Sonhos Voada

Noite de sonhos voada
cingida por músculos de aço,
profunda distância rouca
da palavra estrangulada
pela boca armodaçada
noutra boca,
ondas do ondear revolto
das ondas do corpo dela
tão dominado e tão solto
tão vencedor, tão vencido
e tão rebelde ao breve espaço
consentido
nesta angústia renovada
de encerrar
fechar
esmagar
o reluzir de uma estrela
num abraço
e a ternura deslumbrada
a doce, funda alegria
noite de sonhos voada
que pelos seus olhos sorria
ao romper de madrugada:
— Ó meu amor, já é dia!...

Manuel da Fonseca, in "Poemas Dispersos"

Amor...

Postado por Beli às 18:48 0 Engraçadinhos Links para esta postagem

Boa noite!!!

Postado por Beli às 18:45 0 Engraçadinhos Links para esta postagem

sábado, 21 de agosto de 2010

A gente não sabe se ri ou se chora?! O.O Tiririca Deputado Federal!!!!

Postado por Beli às 13:59 3 Engraçadinhos Links para esta postagem
A gente não sabe se ri ou se chora?! O.O Tiririca Deputado Federal!!!!

Afff!!! Quando vi, não aguentei! Juro... Tive um surto de gargalhadas!!!! Kkkkk
Aliás, as campanhas políticas estão hilárias esse ano... Tem de tudo!!! Mulher pêra, Ronaldo Esper, Batoré, Maguila, entre outros que prefiro nem comentar!!! Afff!!!
Olha essa campanha do Tiririca para Deputado Federal!!! E pior, ele não sabe nem o que essa função exercesse... ¬¬
Hoje, no horário político, ele estava pedindo voto para as criancinhas!!!
E alguém dúvida que ele será eleito? O pior é que será votado... E um número muito fácil de guarda!
Oh, triste realidade brasileira!



O que é essa campanha!!! kkkk




E pior não fica!!!! kkkkk

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

A alegria na tristeza - Martha Medeiros

Postado por Beli às 23:15 2 Engraçadinhos Links para esta postagem
A alegria na tristeza


O título desse texto na verdade não é meu, e sim de um poema do uruguaio Mario Benedetti. No original, chama-se "Alegría de la tristeza" e está no livro "La vida ese paréntesis" que, até onde sei, permanece inédito no Brasil.
O poema diz que a gente pode entristecer-se por vários motivos ou por nenhum motivo aparente, a tristeza pode ser por nós mesmos ou pelas dores do mundo, pode advir de uma palavra ou de um gesto, mas que ela sempre aparece e devemos nos aprontar para recebê-la, porque existe uma alegria inesperada na tristeza, que vem do fato de ainda conseguirmos senti-la.
Pode parecer confuso mas é um alento. Olhe para o lado: estamos vivendo numa era em que pessoas matam em briga de trânsito, matam por um boné, matam para se divertir. Além disso, as pessoas estão sem dinheiro. Quem tem emprego, segura. Quem não tem, procura. Os que possuem um amor desconfiam até da própria sombra, já que há muita oferta de sexo no mercado. E a gente corre pra caramba, é escravo do relógio, não consegue mais ficar deitado numa rede, lendo um livro, ouvindo música. Há tanta coisa pra fazer que resta pouco tempo pra sentir.
Por isso, qualquer sentimento é bem-vindo, mesmo que não seja uma euforia, um gozo, um entusiasmo, mesmo que seja uma melancolia. Sentir é um verbo que se conjuga para dentro, ao contrário do fazer, que é conjugado pra fora.
Sentir alimenta, sentir ensina, sentir aquieta. Fazer é muito barulhento.
Sentir é um retiro, fazer é uma festa. O sentir não pode ser escutado, apenas auscultado. Sentir e fazer, ambos são necessários, mas só o fazer rende grana, contatos, diplomas, convites, aquisições. Até parece que sentir não serve para subir na vida.
Uma pessoa triste é evitada. Não cabe no mundo da propaganda dos cremes dentais, dos pagodes, dos carnavais. Tristeza parece praga, lepra, doença contagiosa, um estacionamento proibido. Ok, tristeza não faz realmente bem pra saúde, mas a introspecção é um recuo providencial, pois é quando silenciamos que melhor conversamos com nossos botões. E dessa conversa sai luz, lições, sinais, e a tristeza acaba saindo também, dando espaço para uma alegria nova e revitalizada. Triste é não sentir nada.

Autoria de Martha Medeiros

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Solidão 2 - Soseki Natsume

Postado por Beli às 13:26 1 Engraçadinhos Links para esta postagem
"A solidão é o preço que temos de pagar por termos nascido neste período moderno, tão cheio de liberdade, de independência e do nosso próprio egoísmo."

Soseki Natsume

Solidão - Josh Billings

Postado por Beli às 13:17 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
"Solidão: um lugar bom de visitar uma vez ou outra, mas ruim de adotar como morada."

Josh Billings

domingo, 8 de agosto de 2010

Postado por Beli às 15:41 1 Engraçadinhos Links para esta postagem
Política 1
"Na política, os ódios comuns são a base das alianças."

Alexis de Tocqueville

*****
Política 2



Feliz Dia dos Pais!!!

Postado por Beli às 15:29 1 Engraçadinhos Links para esta postagem
Feliz Dia dos Pais!!!!

Como arruinar um relacionamento...

Postado por Beli às 15:23 0 Engraçadinhos Links para esta postagem
Achei esse quadrinho pela internet faz um tempinho! Acabei de achar no computador... só para dar ar bem humorado ao espaço. (Vou tentar achar o link do site do qual eu tirei, assim que encontrá-lo posto os devidos créditos.)
Clique em cima para visualizar maior

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

A Teia da Esperança - Isabel Gouveia

Postado por Beli às 12:31 4 Engraçadinhos Links para esta postagem
A Teia da Esperança

A teia tecida
nas noites de esperança,
rasgada e ferida,
segue a nossa andança.

E juntos, mãos dadas,
olhamos pra ela,
vontades paradas,
quais barcos sem vela.

Amigo, que o braço
cansado de tédio
ergamos no espaço!
É esse o remédio.

Depois de cerzidas,
não ficam marcadas
profundas feridas
em teias rasgadas!

Isabel Gouveia, in "Poemas Vários (1950-1975)"

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Voz de Outono

Postado por Beli às 23:57 4 Engraçadinhos Links para esta postagem
Voz de Outono

Ouve tu, meu cansado coração,
O que te diz a voz da Natureza:
— «Mais te valera, nú e sem defesa,
Ter nascido em aspérrima soidão,

Ter gemido, ainda infante, sobre o chão
Frio e cruel da mais cruel deveza,
 Do que embalar-te a Fada da Beleza,
Como embalou, no berço da Ilusão!

Mais valera à tua alma visionária
Silenciosa e triste ter passado
Por entre o mundo hostil e a turba vária,

(Sem ver uma só flor, das mil, que amaste)
Com ódio e raiva e dor... que ter sonhado
Os sonhos ideais que tu sonhaste!» —

Antero de Quental, in "Sonetos"
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Deixa disso... Ok! Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea